Amianto pode ser banido da indústria da construção civil

Amianto pode ser banido da indústria da construção civil

No começo de outubro um evento foi realizado em Campinas (SP) para debater a importância de banir o amianto da indústria da construção civil.

O evento foi realizado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho (Diesat).
O debate aprofundou os estudos sobre deixar de fabricar e utilizar a fibra mineral principalmente na fabricação de telhas e caixas d’água.

A procuradora do MPT Márcia Kamei Lopez Aliaga é a favor de banir o amianto da indústria, pois o produto provoca efeitos nocivos nos funcionários da construção civil.
“Essa questão é debatida há muitos anos no país, quando já existem substitutos viáveis economicamente para esta matéria-prima”.

Muitos funcionários da construção civil morreram de câncer

As principais doenças causadas pelo contato com produtos de amianto são: câncer de pulmão, gastrintestinal e mesotelioma, entre outras.

Os riscos do contato com este produto são tantos que o amianto é considerado como “a catástrofe sanitária do século 20”, trazendo problemas principalmente para quem trabalha na construção civil.

“É importante trazer experiências de outros países que já baniram e ainda sofrem com os efeitos nefastos da exposição, com muitas mortes e doenças relacionadas, e com os passivos remanescentes”, destaca a procuradora.

Associação Brasileira de Expostos ao Amianto (Abrea) realizou, também no início deste mês, o Encontro Nacional de Familiares e Vítimas do Amianto para compartilhas experiências nacionais e internacionais sobre a luta pela erradicação do amianto.

A discussão é cada vez mais atual e importante e o Estado de São Paulo será o primeiro do país a banir a fibra mineral do amianto da construção civil.
“O banimento no estado é fruto de uma construção social e alianças firmadas na defesa da vida, e não uma decisão governamental, uma canetada”, disse a fundadora da Abrea, Fernanda Giannasi para a Rede Brasil Atual.

Mais de 60 países já baniram o uso de amianto, produto que a Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica como cancerígeno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *