Decoração

Decoração sustentável visa escolha de matéria prima ecologicamente correta

O mercado de construção civil tem encontrado diversas formas de fazer obras sustentáveis. E esse conceito também começa a ser aplicado na decoração de ambientes.

A sustentabilidade faz escolha de materiais que sejam ecologicamente corretos, como tecidos de algodão, bambu, garrafas pet e outros.

Muitos profissionais do ramo já fazem essas escolhas em seus projetos arquitetônicos, mostrando que a construção civil tem muito a ganhar adotando este estilo.

Entre eles a arquiteta Vanessa Figueiredo que mostrou um de suas decorações na mostra Morar Mais Por Menos Minas Gerais 2016.

O trabalho da profissional, divulgado por sua assessoria de imprensa, mostra que ela substituiu elementos tradicionais por outros de cunho ecologicamente correto.

“Os tecidos usados são à base de fibra de algodão e bambu, garrafa pet e juta. Além disso, possuem alta qualidade. Já as madeiras, são todas certificadas ou provenientes de uma parceria entre o designer, que mora em Minas há quase 30 anos, Eduardo Eliotero, com Inhotim e a prefeitura de Belo Horizonte que doam para ele árvores que morreram naturalmente”, explicou a arquiteta.

Construção civil sustentável por fora e por dentro

O público brasileiro começa a repensar no seu consumo, fazendo com que o mercado de construção civil e decoração sustentável passe a ter um público fiel.

Vanessa faz parte do time de profissionais que já conhecem os elementos próprios para este tipo de obra e mudou até mesmo a tinta utilizada na pintura das casas.

“Troquei a tinta convencional por uma de base mineral e água, com a textura que imita o tecnocimento ou o cimento queimado. Tem a mesma beleza e a vantagem de não ser necessário o uso de massa corrida quando instalada sobre reboco. Essa tinta também permite a respiração da parede, graças ao não uso de resina acrílica”.

São vários os elementos que podem ser substituídos, tanto na construção das obras como na decoração delas. O mercado de construção civil está cada vez mais interessado em utilizar produtos sustentáveis, pensando na durabilidade do produto e na conservação da natureza.

Read more...

5 Dicas de bricolagem que você precisa saber

A bricolagem é um termo bastante comum nos dias de hoje, ela se refere a pessoas que buscam realizar um trabalho sem ser especialista naquele ramo.

Pequenos reparos em casa, como pintura, montagem de móveis, trocar uma lâmpada, aplicar um papel de parede e etc. são trabalhos que muitas pessoas tentam fazer sem chamar um profissional da área.

Mas por mais fácil que estes trabalhos possam parecer é sempre necessário tomar o máximo de cuidado possível e prestar atenção não só nas técnicas para realizar o procedimento, mas também nas regras de segurança e nas normas existentes.

Na hora de escolher uma atividade de bricolagem é preciso parar para pensar e ver se você realmente tem condições de desenvolver o trabalho, pensando não só no passo a passo, mas também nos gastos que terá. Será que fica mais barato realizar o serviço do que chamar um especialista? E sobre as garantias do resultado final?

Para não ter prejuízos, algumas dicas facilitarão o processo todo e ainda te ajudarão a encontrar a melhor forma de realizar cada bricolagem.

Confira as 5 Dicas para te ajudar a realizar bem o trabalho de bricolagem

  1. Pesquise muito antes de começar o trabalho – Quanto mais informações sobre a atividade você tiver, melhor se sairá para realizar o serviço ainda que alguma parte do processo dê errado.
  2. Tenha as ferramentas necessárias para realizar o trabalho – Ferramentas como pinceis, furadeira, chave de fenda, alicates, martelos, andaimes, escadas e outros devem ser anotados e adquiridos para realizar o trabalho. Caso não seja possível comprar, encontre empresas que aluguem alguns equipamentos para construção e reforma.
  3. Comece aos poucos – Se a atividade exigir muitas etapas, faça com tempo e comece aos poucos. Encontre uma forma que seja fácil para você entender como realizar o trabalho. Quando a bricolagem é a montagem de móveis ou instalação de algum equipamento os manuais de instrução servem para te auxiliar nesta etapa. Consulte-o.
  4. Peça Ajuda – Se for algo que não seja possível montar sozinho, peça ajuda de amigos e familiares. Quem sabe algum deles já não tenha realizado o mesmo tipo de atividade? Não custa nada perguntar.
  5. Não tenha medo de recomeçar- Se algo não estiver dando certo não tenha medo de voltar e realizar o trabalho do começo, se isso for possível.
Read more...

Saiba que planta escolher para criar um jardim vertical

Morar em apartamento ou em casas pequenas não é desculpa para não manter um jardim no projeto de paisagismo. A solução para a falta de espaço está no jardim vertical, uma técnica cada vez mais popular de cultivar plantas em uma parede livre de sua varanda, garagem ou qualquer espaço onde bata a luz do Sol.

Muitas pessoas se animam com a ideia e encontram no mercado dicas econômicas e fáceis de montar um jardim vertical em espaços pequenos, mas que poderão receber diversos tipos de plantas.

Porém, há uma série de detalhes que você deve prestar atenção antes de sair buscando projetos de inspiração, a começar pela definição de qual área receberá o jardim o tamanho que ele ocupará.

Determinar o espaço é importante para pode definir o tipo de planta que será cultivada. Se o local bate muita luz, as plantas que precisa do Sol são as mais indicadas, se é um espaço com sombra, opte pelas espécies que não necessitam do calor.

Tipos de plantas para jardim vertical

Como no jardim vertical as plantas serão cultivadas em vasos, o ideal é optar por espécies de raízes superficiais. Na hora de escolher, consulte profissionais paisagistas para recomendar as melhores plantas para o seu ambiente, levando em consideração todos os elementos necessários para que a planta sobreviva.

Ervas e temperos são ótimos para serem cultivados em jardim vertical, como manjericão, hortelã e salsinha. Mas não são as únicas opções. Flores também são perfeitas para alegrar o espaço, orquídeas são ótimas para se ter no jardim vertical e entre as folhagens, escolha peperômia e columeia-batom.

Na hora de escolher os sistemas para jardim vertical você pode optar por treliça de madeira, painel de fibra de coco, módulos de plástico, painel de aço e muitos outros materiais que suspenderão os vasos na parede no sentido vertical.

Read more...
Call Now Button
Open chat